Notícias

Cáritas de Coimbra lança desafios regionais na Abertura do Ano

Cáritas de Coimbra lança desafios regionais na Abertura do Ano

A Cáritas Diocesana de Coimbra partilhou no dia 28 de setembro a sua visão na construção de uma Comunidade Promotora de um Desenvolvimento Sustentado, na Abertura do Ano Cáritas de Coimbra 2016|2017, com a realização de uma sessão pública


Cáritas de Coimbra lança desafios regionais na Abertura do Ano

A Cáritas Diocesana de Coimbra partilhou no dia 28 de setembro a sua visão na construção de uma Comunidade Promotora de um Desenvolvimento Sustentado, na Abertura do Ano Cáritas de Coimbra 2016|2017, com a realização de uma sessão pública onde foram apresentadas algumas prioridades de intervenção e suas boas práticas, com a presença de entidades de referência a nível regional

Esteve presente o Dr. Jorge Brandão, que desenvolve a sua atividade profissional na Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Centro, para apresentar o painel Envelhecimento – Retrato de uma Região de Referência. Para expor a Estratégia de Desenvolvimento Económico e Social da Região, marcou presença o Dr. João Ataíde das Neves, Presidente do Conselho Intermunicipal da CIM Região de Coimbra. Na área de Inovação e Internacionalização, a sessão contou com o contributo do Engenheiro António Cunha, Diretor Executivo do Laboratório de Automação e Sistemas do Instituto Pedro Nunes. A sessão de encerramento contou com a presença do Rev. D. Virgílio Antunes, Bispo de Coimbra.

O Presidente da Cáritas de Coimbra, Sr. Pe. Luís Costa, deu início à sessão com uma reflexão sobre o passado da ação Cáritas, uma interpretação do presente e perspetivas futuras, referindo os 60 anos da ação da instituição que é e age como motor comunitário, privilegiando a promoção da pessoa, indo além do mero assistencialismo.

Sobre a temática do envelhecimento, tomou a palavra o Dr. Jorge Brandão, referindo as alterações demográficas como uma realidade comum à região, ao país e à União Europeia, e que por este motivo “as políticas europeias, nomeadamente na área social, da saúde mas também na área da investigação e do conhecimento, dão um grande relevo a esta problemática”.
Lançado o mote do painel, o Presidente da Cáritas de Coimbra apresentou o projeto da Estrutura Residencial para Idosos de Pombeiro da Beira, uma aposta da instituição centrada na comunidade, que potencia a sua sustentabilidade e a promoção de outros serviços e que deverá abrir no início de 2017.
Seguiu-se uma apresentação do Projeto IdoVis | Idosos Visitadores de outros Idosos, realizada conjuntamente por Carina Dantas, Diretora de Inovação da Cáritas de Coimbra e por duas palestrantes muito especiais, a D. Alice e a D. Isabel, duas utentes Cáritas (do Lar de Santo António e Centro Rainha Santa Isabel) que participam no projeto. Esta iniciativa da instituição visou a criação de um grupo de idosos autónomos, que realizam visitas regulares a outros idosos em situação de dependência, tendo recebido formação adequada e acompanhamento para o efeito. As duas visitadoras partilharam com o público as suas experiências: “Dou o que tenho, mas também recebo muito”, referiu D. Alice.

Em representação da CIM Região de Coimbra, o Dr. João Ataíde das Neves reforçou a importância da promoção da sustentabilidade e emprego, a promoção da inclusão social e o investimento na educação e formação profissional. Sendo a educação uma das prioridades de intervenção, o Sr. Pe. Luís Costa apresentou o Centro N.ª Sr.ª da Anunciação, um novo equipamento da Cáritas, localizado na cidade de Coimbra e que irá servir a comunidade com Creche e Jardim de Infância.
Nessa sequência, tomou a palavra Luísa Sequeira, Diretora Pedagógica da Cáritas de Coimbra, apresentando a visão do projeto institucional para a infância. Realçou a importância de assentar esta intervenção em três pilares: criança – como um todo, como um ser integral; famílias – referindo o sucesso da Escola de Pais da Cáritas que funciona há 3 anos; e as comunidades locais – porque as crianças de hoje serão os adultos que poderão transformar as comunidades no futuro..

“A minha perceção de inovação deve-se também às experiências com a Cáritas” explicou o Engenheiro António Cunha que trouxe à sua apresentação a importância de entender as diferenças entre invenção e inovação. A frase “Não desenvolvas para mim, desenvolve comigo” é um resumo da dinâmica que deveria existir entre as entidades que desenvolvem tecnologia e as prestadoras de cuidados sociais, com vista a que a inovação tenha consequência no mercado e na melhoria da qualidade de vida dos seus utilizadores finais.
Neste contexto de Inovação, o Pe. Luís Costa referiu a necessidade de repensar as políticas de intervenção no âmbito da Inclusão Social, esperando implementar uma nova abordagem institucional nos próximos meses, cada vez mais centrada na promoção e menos ancorada no assistencialismo, de acordo com as melhores práticas nacionais e internacionais.
CriArte foi o projeto apresentado por Graça Ferreira, Diretora Técnica do Centro Comunitário S. José, como reflexo de uma boa prática de intervenção ao nível da inclusão social. Esta é uma iniciativa que aposta na aquisição de competências de autonomia e empregabilidade de pessoas residentes em bairros sociais, com especial incidência em mulheres de etnia cigana.

As apresentações terminaram com a temática da ação de proximidade, culminando na apresentação do projeto Lucas 10,35, a cargo de Carlos Neves, responsável pela Equipa da Pastoral e Voluntariado Cáritas. Este projeto irá ser apresentado a 29 de outubro e visa envolver as comunidades da Diocese no apoio às pessoas de maior idade. O público foi sensibilizado para a importância do voluntariado, partindo de uma abordagem inspirada na parábola do Bom Samaritano “ver, amar, aproximar-se, agir e partilhar”.

O Reverendíssimo Bispo de Coimbra, D. Virgílio Antunes, tomou a palavra no encerramento da sessão, reforçando que “a identidade Cáritas é muito específica e não pode confundir-se com outras”, pois deverá sempre ter no seu cerne a Pessoa, acima de qualquer outra preocupação. Desejou que o trabalho da Cáritas de Coimbra se continue a desenvolver tendo em conta as suas dimensões, contribuindo para que as pessoas sejam protagonistas do desenvolvimento.


Partilhar:

Deixe uma resposta

Cáritas

A Cáritas Portuguesa é um serviço da Conferência Episcopal Portuguesa. É membro da Cáritas Internationalis, da Cáritas Europa, da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, da Confederação Portuguesa do Voluntariado, da Plataforma Portuguesa das ONGD e do Fórum Não Governamental para a Inclusão Social.

Cáritas em Portugal

Contactos

Rua D. Francisco de Almeida, n 14
3030-382 Coimbra, Portugal

239 792 430

966 825 595

 caritas@caritascoimbra.pt

NIF: 501 082 174

Feed

Comunicação Institucional