Notícias

Triplo D realizou a sua Conferência Intermédia na Lousã

No dia 16 de junho de 2021, o Triplo D, projeto da Cáritas Diocesana de Coimbra, realizou a sua Conferência Intermédia, no Auditório do Centro Pastoral da Lousã. Com o tema “Desafios e caminhos: a construção de ambientes inclusivos e participativos”, a manhã contou com cerca de 25 participantes em regime presencial, entre os quais parceiros, stakeholders e outros interessados, que se reuniram para um debate profícuo em torno das temáticas do projeto. O Triplo D é um projeto financiado pelo Programa Cidadãos Ativ@s (2018-2024), no âmbito do Mecanismo Financeiro do Espaço Económico Europeu – EEA Grants, gerido em Portugal pela Fundação Calouste Gulbenkian e a Fundação Bissaya Barreto.

A sessão de abertura contou com Flávia Rodrigues, do Departamento de Inovação da Cáritas Diocesana de Coimbra, que para além das boas-vindas, reforçou a necessidade de projetos inovadores para a prestação de serviços diferenciados, de forma a dar respostas adequadas às necessidades dos diferentes públicos. Ana Teresa Santos, do Programa Cidadãos Ativ@s, participou na sessão de abertura de forma online e partilhou o entusiasmo pelo percurso do Projeto Triplo D, especialmente na adaptação à fase de pandemia devido à COVID-19 e a relevância para os objetivos do Programa: fortalecer a Sociedade Civil, reforçar a cidadania ativa, e empoderar os grupos vulneráveis.

De seguida, a equipa do Triplo D, que contou com a participação de Ana Goreti Oliveira, Joana Carvalho e Fernando Santos, partilhou e refletiu sobre o caminho de construção do projeto e a ligação com as temáticas da cidadania, direitos humanos e participação democrática. Para além dos dados quantitativos, como o número de sessões, participantes, parcerias estabelecidas e distribuição etária e geográfica da intervenção, foram ainda apresentados vários resultados do projeto, através de fotos, cartazes, brochuras, materiais construídos pelos participantes do projeto, etc., alguns deles expostos no auditório. Depois de quase dois anos de intervenção a mensagem partilhada é que a ativação democrática é um processo de longo curso, que tem de envolver obrigatoriamente diferentes camadas de públicos, idades, territórios e contextos ao nível da capacitação intrínseca, numa teia transversal às diversas realidades.

O primeiro painel da sessão reuniu os representantes dos parceiros oficiais do Triplo: Pedro Balhau – Diretor do Agrupamento de Escolas da Lousã; Susana Alves – Presidente da Direção do Instituto Europeu de Ciências da Cultura Padre Manuel Antunes; Eva Fabry – Diretora do European Centre for Women and Technology e Nancy Brito, também representante da mesma entidade. De uma forma geral, os vários parceiros fizeram um breve enquadramento institucional, refletiram sobre a parceria e intervenção realizada com o Triplo D e a importância das temáticas abordadas para a capacitação e sensibilização em literacia democrática e ativação comunitária.

O segundo painel teve como foco a importância da educação, cidadania e participação na construção de ambientes inclusivos e participativos. Contou com a participação de Henriqueta Oliveira – Vereadora na Câmara Municipal da Lousã; Anabela Correia – Coordenadora da disciplina de Cidadania e Desenvolvimento no Agrupamento de Escolas da Lousã; Ricardo Sousa – Diretor Técnico do Centro Comunitário de S. José e Lurdes Marques, Animadora Socioeducativa no Centro Social de S. Pedro, ambos centros da Cáritas Diocesana de Coimbra.

Partilhar:

Cáritas

A Cáritas Portuguesa é um serviço da Conferência Episcopal Portuguesa. É membro da Cáritas Internationalis, da Cáritas Europa, da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, da Confederação Portuguesa do Voluntariado, da Plataforma Portuguesa das ONGD e do Fórum Não Governamental para a Inclusão Social.

Cáritas em Portugal

Contactos

Rua D. Francisco de Almeida, n 14
3030-382 Coimbra, Portugal

239 792 430

966 825 595

 caritas@caritascoimbra.pt

NIF: 501 082 174

Feed

Comunicação Institucional