GrowMeUp

RESUMO DO PROJETO

… um robô que apoia pessoas idosas em ambientes assistidos. Será possível, com a tecnologia de hoje, construir um robô que consiga interagir com pessoas idosas de uma forma mais humana? Será possível que esse robô aprenda a lidar com as necessidades e hábitos dessas pessoas, adaptando dinamicamente as suas funcionalidades, aumentando assim a qualidade do apoio prestado ao longo do tempo?

O principal objectivo do projeto “GrowMeUp” é desenvolver e testar um robô inovador (o GrowMu), que irá apoiar pessoas na 3ª idade (65+) nas suas atividades diárias. Oito empresas e instituições de investigação de cinco países Europeus diferentes, liderados pela Universidade de Coimbra (Portugal), irão cooperar no desenvolvimento do sistema GrowMeUp e testá-lo em organizações de apoio a pessoas de 3ª idade em dois países diferentes. Pretende-se construir um robô de baixo custo, que terá a capacidade de aprender os hábitos e as rotinas das pessoas, expandindo e adaptando as suas funcionalidades, compensando dessa forma a constante deterioração das capacidades cognitivas inerente a pessoas na 3ª idade. Como consequência, o sistema assegurará uma constância de qualidade de vida e serviços fornecidos ao longo do tempo.

Serão exploradas tecnologias cloud permitindo que diferentes robôs partilhem informação entre si, capitalizando de uma base de conhecimento colectiva. Uma vantagem do sistema GrowMeUp é a sua capacidade de crescer ao longo do tempo, adaptando-se as preferências especificas de cada idoso. Mais especificamente, o robô virá equipado com um sistema de diálogo inteligente que tornará a sua interação mais apelativa. Através da correlação do discurso com as emoções detectadas durante o diálogo, o sistema será capaz de manter diversas interações e construir laços emocionais com as pessoas, fazendo uso do que aprendeu durante conversas passadas. O envolvimento contínuo dos idosos desde o início do projeto irá aumentar a capacidade do robô de perceber e combinar diferentes tipos de informação contextual da vida das pessoas, tais como diferentes estados emocionais, a sua rotina diária ou as suas preferências. Dessa forma, pretende-se estimular e motivar as pessoas a manterem-se ativas e motivadas no uso do sistema.

Estima-se que no longo prazo, o sistema irá trazer benefícios práticos, psicológicos e sociais que irão ajudar as pessoas de idade a manterem-se ativas em suas casas, prolongando dessa forma a sua independência e qualidade de vida. A avaliação do sistema GrowMeUp será realizada em duas instituições, em Portugal e na Holanda, ao longo de um período total de seis meses, contando com o apoio total estimado de 60 pessoas.

Quanto aos seus principais resultados, o sistema GrowMeUp mostra o potencial de ser benéfico para pessoas idosas e cuidadores (in)formais quando estiver mais desenvolvido. De acordo com os resultados do piloto, refinamentos e desenvolvimentos adicionais na maioria dos aspetos do robô (navegação, diálogo e vários serviços) são necessários para que este possa ser implementado e usado em ambiente diário real. O próximo passo e recomendação é implementar e desenvolver ainda mais os serviços que são marcados como importantes pelos utilizadores e refinar e desenvolver a navegação e o diálogo com base no feedback do estudo. Depois de terminar esses desenvolvimentos, um novo piloto deve ser realizado em um ambiente real – nos apartamentos das pessoas mais velhas – de forma contínua (24/7) e por um período maior, recolhendo também dados que forneçam uma melhor avaliação do sistema. Estes próximos passos podem ser realizados num projeto futuro, no qual os resultados deste projeto podem ser o ponto de partida


PRINCIPAIS TAREFAS DA CDC NO PROJETO:

To determine the effectiveness of the GrowMeUp system, trials will be performed in two end user organization (the Netherlands and Portugal) with 60 and more elderly in a period of six months.


SUMÁRIO DO PROJETO:

Nome do Projeto: Growmeup

Acrónimo do Projeto: Growmeup

Data de início: 01/02/2015

Data de fim: 31/01/2018

Orçamento Total: 3 415 930.00€

Nome do parceiro coordenador: Universidade de Coimbra (Portugal)

Parceiros:

  • Universidade de Coimbra (Portugal)
  • Universidade de Genebra (Suíça)
  • Zuydeland (Holanda)
  • Universidade do Chipre (Chipre)
  • PAL Robotics (Espanha)
  • ProBayes (França)
  • Citard IT Services (Chipre)
  • CARITAS DIOCESANA DE COIMBRA (Portugal)

Website: www.growmeup.eu

FINANCIAMENTO DO PROJETO:

Este projeto recebeu financiamento do programa de investigação e inovação Horizonte 2020 da União Europeia – Projeto GrowMeUp, sob o contrato de subvenção nº643647

 


 

Saber mais:

Apresentação do Projeto

Site Oficial GrowMeUp

Linkedin GrowMeUp

Twitter GrowMeUp

GrowMeUp Youtube Channel

VIDEOS


FINANCIAMENTO:

Europe Flag

Este projeto recebeu financiamento do programa de investigação e inovação Horizonte 2020 da União Europeia – Projeto GrowMeUp, sob o contrato de subvenção nº 643647


NOTÍCIAS:

Cáritas de Coimbra apresenta o seu trabalho na área da saúde digital

Cáritas Coimbra vai partilhar experiências na área da robótica

Cáritas de Coimbra é parceira em projeto internacional de robótica direcionada a idosos

Projeto GrowMeUp apresentado em formação sobre Ética

Cáritas de Coimbra participa na 1ª reunião de integração do projeto GrowMeUp na HolandaCáritas Coimbra divulga projeto GrowMeUp em Itália

Projeto GrowMeUp apresenta robô aos idosos da Cáritas de CoimbraInício da fase de testes piloto do Projeto GrowMeUp

Cáritas Coimbra irá participar na Conferência Internacional Building the Future of Health

Cáritas Coimbra participa no 4.º Congresso Regional Envelhecimento Ativo e Saudável

Cáritas Coimbra apresentou projeto GrowMeUp em Conferência Internacional na Holanda


PUBLICAÇÕES NA IMPRENSA:

Notícias ao Minuto (29/04/2015)

Diário de Coimbra (29/04/2015)

Diário de Coimbra II (29/04/2015)

Agência Ecclesia (29/04/2015)Diário Digital (29/04/2015)

Diário As Beiras (29/04/2015)

netfarma (29/04/2015)

Atlas de Saúde (29/04/2015)

Fátima Missionária (04/05/2015)

Campeão das Províncias (11/05/2015)

Noticias ao Minuto (18/05/2015)

Jornal de Noticias (18/05/2015)

Jornal I (website) (23/05/2015)

Jornal I (News Paper) (23/05/2015)

Atlântico Expresso (08/06/2015)

TSF (15/06/2015)

ptnews.pt (16/06/2015)

SapoTEK (16/05/2015)Empresas Hoje (16/06/2015)

Diário As Beiras (30/09/2015)

Diário As Beiras (09/11/2015)

Diário de Coimbra (09/11/2015)

O Despertar 11/12/2015O Despertar II 11/12/2015

Visao Solidaria 15/12/2015

Agência Ecclesia (02/05/2016)

Diário As Beiras (04/05/2016)


PUBLICAÇÕES NA IMPRENSA | 2019 

CAMPS-4 assinala 9.º aniversário | 15 março | Terras de Sicó

Inteligência Artificial: Igreja Católica quer presença «humanizadora» num mundo novo (c/vídeo) | 11 março | Agência ECCLESIA

Cáritas partilha experiências | 8 março | Despertar (O)

Cáritas Coimbra vai partilhar experiências na área da robótica | 7 março | Campeão das Províncias

Cáritas Coimbra lança-se na área da robótica | 2 março | Diário As Beiras

Cáritas Coimbra partilha experiências de robótica | 1 março | Diário de Coimbra

Cáritas Coimbra vai partilhar experiências na área da robótica | 28 fevereiro | Notícias de Coimbra

Partilhar:
Comentários estão fechados...

Cáritas

A Cáritas Portuguesa é um serviço da Conferência Episcopal Portuguesa. É membro da Cáritas Internationalis, da Cáritas Europa, da Confederação Nacional das Instituições de Solidariedade, da Confederação Portuguesa do Voluntariado, da Plataforma Portuguesa das ONGD e do Fórum Não Governamental para a Inclusão Social.

Cáritas em Portugal

Contactos

Rua D. Francisco de Almeida, n 14
3030-382 Coimbra, Portugal

239 792 430 (Sede)

966 825 595 (Sede)

239 792 440 (Clínica)

 caritas@caritascoimbra.pt

NIF: 501 082 174

Feed

 

Comunicação Institucional